Feeds RSS
Feeds RSS

segunda-feira, 12 de abril de 2010

Ciranda da Bailarina


Procurando bem
Todo mundo tem pereba
Marca de bexiga ou vacina
E tem piriri, tem lombriga,
tem ameba
Só a bailarina que não tem
E não tem coceira
Verruga nem frieira
Nem falta de maneira ela não tem
Futucando bem
Todo mundo tem piolho
Ou tem cheiro de creolina
Todo mundo tem
um irmão meio zarolho
Só a bailarina que não tem
Nem unha encardida
Nem dente com comida
Nem casca de ferida ela não tem
Não livra ninguém
Todo mundo tem remela
Quando acorda às seis da matina
Teve escarlatina
ou tem febre amarela
Só a bailarina que não tem
Medo de subir, gente
Medo de cair, gente
Medo de vertigem
Quem não tem
Confessando bem
Todo mundo faz pecado
Logo assim que a missa termina
Todo mundo tem
um primeiro namorado
Só a bailarina que não tem
Sujo atrás da orelha
Bigode de groselha
Calcinha um pouco velha
Ela não tem
O padre também
Pode até ficar vermelho
Se o vento levanta a batina
Reparando bem,
todo mundo tem pentelho
Só a bailarina que não tem
Sala sem mobília
Goteira na vasilha
Problema na família
Quem não tem
Procurando bem
Todo mundo tem

(Chico Buarque)

3 comentários:

Irene disse...

OLá, Lorah !!

Chico Buarque é um grande genio. Ele utiliza as palavras com maestria.
Mas, falando especificamente deste texto, devo dizer que, realmente, a bailarina tem uma aura magica; é aquela mulher perfeita e encantada. No entanto, como o próprio texto traz a nosso entendimento: ninguém é perfeito; logo, a bailarina tbm não é perfeita. Em outras palavras, nós não vemos, mas elas tbm tem alguns defeitinhos. Tenho algumas amigas que fazem balé e elas reclamam dos pés (dizem que os pés ficam feio, tem joanetes e doem....rs). Prontinho, achei algo que a bailarina tem....kkkkk

abraçosssssssssss

Receitas da Vivizoca disse...

Obrigada por me visitar novamente querida, pessoas como vc, me animam a colocar coisas novas e interessantes. Bjs :-)

Bannanass disse...

Oi, Loráh!

Como tive um tempinho, vim retribuir as visitas e palavras queridas que tu tens deixado lá no Pyleque. E escolhi esse post porque desde pequena amo essa canção.

Bem, vou me apresentar de forma mais adequada: meu nome é Tatiana Py, tenho 34 anos e sou jornalista. Tenho o blog há 3 anos e moro em Santa Maria- RS.
Fale-me de você, quando tiver tempo.
Bem, vou seguir lendo seus posts...
Beijos

Postar um comentário

Simples Assim...

É bem simples queridos.. diria bem Simples Assim
... SE gostou... Volte sempre..

Grande beijooo


Lorah Cláus