Feeds RSS
Feeds RSS

sexta-feira, 30 de outubro de 2009

Renuncio a minha vontade


Todos os dias sou desafiada com a escolha de fazer as coisas A Tua maneira ou a minha;
Mas quando faço ao meu modo, sempre descubro Que os Teus caminhos são melhores,
que a Tua visão é mais forte, E Tu simplesmente desejas o que é melhor para mim.

Então, eu renuncio a minha vontade Renuncio a minha vontade,
Senhor Renuncio a minha vontade; entrego a Ti a minha vida.

Algumas vezes a minha vontade insiste em ter o controle Luto para fazer as coisas a minha maneira, mas sempre acabo percebendo Que os Teus caminhos são melhores,
a Tua visão para mim é muito mais ampla, E Tu simplesmente desejas o que é melhor para mim.

Então, eu renuncio a minha vontade Renuncio a minha vontade,
Senhor Renuncio a minha vontade; entrego a Ti a minha vida.

Quando as coisas ficam mais difíceis, a minha alma se enfraquece Meu coração se desanima e não consigo prosseguir sozinha...

Então, eu renuncio a minha vontade Renuncio a minha vontade, Senhor Renuncio a minha vontade; entrego a Ti a minha vida.

(Música de Laura Hart)

Um comentário:

O Profeta disse...

Porque será que os pássaros
Cantam na partida do dia
Porque será que um amante ausente
Fica de alma apertada, vazia?

Porque será que as ondas lamentam
Em sussuros de sal no areal
Porque será que as rezas são feitas
Para correr para o longe o perverso mal?


Boa semana


Doce beijo

Postar um comentário

Simples Assim...

É bem simples queridos.. diria bem Simples Assim
... SE gostou... Volte sempre..

Grande beijooo


Lorah Cláus